20 de setembro, 2017

Funcionários do Walmart têm o que comemorar no Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência

No Hiper Bompreço Iguatemi, em Salvador, 28 funcionários são pessoas com deficiência.

O repositor de mercearia, Samuel Cordeiro, 33 anos, e a empacotadora Nadjane Lopes, 40 anos, têm características em comum. Ambos são surdos e trabalham no Hiper Bompreço Iguatemi, em Salvador. Samuel tem 11 anos de empresa e iniciou a sua carreira como empacotador. Agilidade, proatividade e a constante preocupação em fazer o melhor garantiram a promoção para o atual cargo. Já Nadjane está na loja há 6 anos. Ao ser questionada se pretende alcançar uma nova função, ela garante que está feliz e não deseja mudar de setor. Sua simpatia revela como uma funcionária diferenciada, sempre com o sorriso no rosto e disposta a ajudar.

Na Bahia, o índice de funcionários do Walmart que são Pessoas com Deficiência está acima do exigido por lei. De acordo com o Diretor do Hiper Bompreço Iguatemi, Edilson Alves, atualmente a loja possui 28 funcionários inseridos neste perfil. “Procuramos integrá-los porque todos fazem parte da equipe”, explica, ressaltando as oportunidades são mesmas para todos os funcionários. Segundo a Encarregada de Capital Humano do Hiper Bompreço Iguatemi, Shirley Nascimento, o estabelecimento possui 10 colaboradores na frente de loja, além de ocuparem outros cargos como repositor, auxiliar de perecíveis e açougue. “Nós trabalhamos com a valorização. Eles são iguais aos demais e participam de todos os planos que a empresa disponibiliza”, ressalta.

 

Liderança

“Brilho nos olhos”, “atitude”, “energia” e “ser modelo de referência”. Essas são as 4 frases que Edilson Alves, Diretor do Hiper Bompreço Iguatemi, defende e espera de toda sua equipe. Há quase 35 anos dentro da empresa, ele começou como empacotador e já passou por quase todos os setores, a exemplo de repositor, sub encarregado e chefia das áreas têxtil, mercearia, dentre outras. Formado em Administração com ênfase em Marketing, Edilson é natural de Salvador, mas, em virtude da carreira, passou pelos estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais, além de outras cidades baianas como Alagoinhas, Feira de Santana e Itabuna.

Quando o assunto é Pessoa com Deficiência, Edilson explica que teve que aprender boa parte da língua de sinais, além de executar intervenções na loja como reformar banheiros e instalar um elevador. “Aprendemos diariamente com eles. A grande maioria está aplicada a fazer o mesmo trabalho que aquele que não tem a limitação”, comenta. Sobre a longa carreira dentro do Walmart Brasil, Alves revela que “parece que foi ontem. Quando eu entrei não pensava em ir tão longe. Com o tempo fui descobrindo que bastava fazer o meu trabalho. A empresa é uma escola. Ela não impede que você cresça e estimula a ter uma vida organizada, a respeitar a sociedade. Muitos vizinhos não sabem meu sobrenome, mas sabem que eu sou o Edilson do Bompreço”, afirma.

Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência

O dia 21 de Setembro foi instituído como Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência por iniciativa de movimentos sociais, em 1982, e oficializado pela Lei Nº 11.133, de 14 de julho de 2005. Desde então, a data é comemorada e lembrada todos os anos e em todos os estados.

Últimas <strong>Notícias</strong>